Tels: (21) 99362-4615 | (21) 2558-3985 contato@academiaeft.com.br
Prosperidade Verdadeira

Prosperidade Verdadeira

A prosperidade tem menos a ver com o dinheiro do que pensamos. Então, o que é a prosperidade?

Nas palavras de Shakti Gawain, “a verdadeira prosperidade é a experiência de ter muito do que necessitamos e queremos da vida”. Se pensamos que o dinheiro tem o poder de nos trazer a prosperidade, transferimos para ele nosso poder pessoal e assim, nos sentimos controlados por ele. Precisamos manter nosso sentido de poder interior. Na busca pelo dinheiro, perdemos de vista o que realmente queremos – aquilo que esperamos que o dinheiro possa comprar para nós.

Se prosperidade é a experiência de ter em abundância o que realmente necessitados e queremos, então para pode experimentá-la, devemos fazer três coisas:

– Descobrir o que realmente queremos e precisamos;
– Desenvolver a habilidade de atrair essas coisas para a nossa vida; e
– Reconhecer, valorizar e usufruir tudo o que já temos.

Do que você precisa em cada um desses níveis: espiritual, mental, emocional e físico? O que você já conquistou? Quantos desejos já se realizaram?.

A verdadeira prosperidade não significa necessariamente ter mais. Muitos de nós temos em demasia e mesmo assim sentimos que falta alguma coisa. Quando temos coisas em demasia, das quais não precisamos nem queremos, nossa vida torna-se excessivamente complicada.

O que determina o grau de prosperidade de alguém é a sua felicidade permanente e crescente; note bem, não apenas permanente, mas crescente. Não existem felicidades instáveis ou passageiras, geralmente usamos este termo para definir prazeres transitórios; e a necessidade destes são sintomas inconfundíveis de falsa Prosperidade.

prosperidade2Existe uma atitude muito simples para cultivar a prosperidade verdadeira: a cada dia, ao levantar, devemos pensar – “Nossa, como é bom estar aqui e poder realizar algo em prol da vida”. É como se olhássemos para a vida e soubéssemos que, se deixamos de existir, estamos fazendo falta para alguém. Não de forma egoísta, como cuidar de um filho que é sua cria e responsabilidade pensando: “Eu não posso morrer porque meu filho sentirá muito a minha falta”; não é isso. O que eu quero dizer é o seguinte: é aquela pessoa que faz algo em prol da vida, algo positivo pela sociedade e pelo mundo em que vivemos, independentemente de ser um ente querido, familiar, mas sim no contexto geral.

É um empresário que direciona o seu trabalho, não para ganhar dinheiro, mas para gerar empregos e salários justos. Empregos que irão gerar renda. Renda que possibilitará a existência de famílias, de pessoas que poderão se alimentar, que poderão morar, estudar e terão meios para evoluir em virtude daquela pessoa ter sido um instrumento útil…

É cobrar valores justos perante a realidade em que vivemos, porque de que adianta enriquecer as custas do suor daqueles que não podem pagar tanto? Estamos agindo de forma egoísta da mesma maneira, o intuito aí não é contribuir mas enriquecer com base em nossa própria autoconsideração…

É pegar um ônibus ou mesmo caminhar, porque nosso sofrido planeta já não aguenta mais a poluição e os maus tratos a que nosso modo louco de viver o estão submetendo…

É diminuir o consumo desenfreado, porque a sociedade baseada no consumo do petróleo é a principal responsável pelo desequilíbrio ambiental. Para se ter uma idéia, a fabricação de um automóvel consome aproximadamente 3 barris de “ouro negro” – a fonte das guerras modernas do século 21…E muito mais.

Vamos a EFT?

Embora existam dias em que eu preferia ficar na cama porque não faço diferença nenhuma, eu me amo e aceito esta imperfeição em meus pensamentos;

Mesmo que eu ache que nada do que eu faça faz a diferença na vida das pessoas, eu escolho mudar esta percepção e valorizar cada vez mais minha estada neste mundo;

Mesmo que eu acredite que preciso enriquecer rapidamente pra solucionar meus problemas, eu escolho aceirar minha realidade como ela é e me sentir em paz comigo mesmo.

Bem Estar e Qualidade de Vida

Bem Estar e Qualidade de Vida

A saúde é, quase sempre, um dos primeiros itens que vem a cabeça quando pensamos em bem-estar, pois um depende do outro: a saúde contribui para melhorar o bem-estar de um individuo e a qualidade de vida interfere na saúde. Nesse sentido, a saúde emocional é muito importante, estar bem consigo mesmo e com o mundo ao seu redor.

Para manter uma boa qualidade de vida, é preciso ter hábitos saudáveis, cuidar do corpo, ter tempo para lazer e vários outros hábitos que façam o indivíduo se sentir bem, definir objetivos de vida e fazem com que a pessoa sinta que tem controle sobre sua própria vida. O tempo é com certeza um dos problemas com a qualidade de vida atual, pois as pessoas têm cada vez uma separação menor entre prazer e trabalho, fazendo com que muitas vezes não sobre tempo para buscar atividades que ajudem a manter seu corpo e mentes sãos. Isso deixa claro que a organização é uma etapa importante do processo para se atingir uma vida de qualidade.

A falta de organização e a imposição de padrões pelas mídias fazem com que muitas vezes as pessoas procurem por extremos com a intenção de atingir corpos perfeitos ou outras buscas que tem menos a ver com seu bem-estar do que parecem. Pesquisas mostram que nossas relações sociais tem relação direta com nossa saúde, tanto que muitas vezes os problemas de relações interpessoais são relacionados com problemas de saúde , como problemas cardiovasculares e problemas gástricos.

bemestar2O estresse é um dos problemas que evitam que uma boa qualidade de vida seja alcançada, o comportamento quase autômato tomado no cotidiano muitas vezes impede a consciência do que fazer e por onde começar a ter seu bem-estar. Segundo a instituição inglesa MIND, o trabalho é a maior causa de estresse das pessoas, desencadeando ansiedade em muitas pessoas.

O estresse é uma porta de entrada para maus-hábitos, como aumento excessivo do consumo de álcool, o tabagismo e o uso de antidepressivos também entram na lista. Buscar o relaxamento pode ser feito de várias formas, desde a ingestão de alimentos relaxantes, capazes de atuar contra a ansiedade, a prática de exercícios físicos, a escolha de um momento para fazer algo que seja realmente interessante e pessoal.

Especialistas já estudaram que até mesmo pausas durante o trabalho para ter um momento pessoal ajuda a melhorar a qualidade de vida, nessas pausas se incluem até mesmo pequenas escapadas virtuais, para verificar e-mails pessoais e redes sociais.

O segredo para ter uma vida feliz e longa é: invista na qualidade dela!

Mas em que a EFT pode ajudar você a ter bem estar e qualidade de vida?

A técnica da EFT traz libertação de emoções negativas nos permitindo superar quaisquer obstáculos inconscientes que nos impeçam de ter o desempenho de que somos capazes.

EFT o ajudará a fazer mudanças em todas as áreas de sua vida com segurança e amor e, sem seus medos, seu mundo irá gradativamente mudar, porque poderá tomar decisões não influenciado por seus medos mas por sua coragem e confiança em si mesmo.

A EFT é indicada para:

  • Aliviar estresse
  • Liberar e transformar emoções dolorosas ou negativas, como por exemplo tristeza, raiva, culpa frustração, etc.
  • Melhorar e mesmo eliminar desconforto físico ou dor.
  • Aumentar a autoestima
  • Curar efeitos de traumas físicos e emocionais.
  • Melhorar a performance em diversas áreas (artística, profissional, atlética, sexual, etc.)
  • Aumentar criatividade
  • Aumentar energia e produtividade
  • Diminuir compulsão por comidas e substâncias que causam dependência
  • Melhorar o sono e os hábitos referentes ao sono
  • Ajudar a mudar nosso comportamento em relação a maneira que agimos frente ao dinheiro e nossos gastos
  • Melhorar problemas de relacionamento
  • Fortalecer crianças, pais e familiares
  • Promove crescimento espiritual, autoconfiança e fortalecimento pessoal.
  • Nos leva a vencer crenças autolimitantes, e nos abre para maravilhosas possibilidades.


*Importante:
Como toda nova técnica em estudo, ela deve ser usada como complemento para outros tratamentos. Ela não substitui nenhum tratamento. Por isso, não pare nenhum tratamento sem falar com seu médico.